Pensamento

Ja não sei o que é dormir

Ja não sei o que é dormir, a noite me penetra intensamente e os pensamentos não me abandonam…pensamentos tensos, intensos…loucos, ilusorios.

Tão reais quanto as lágrimas que não descem, quantos aos medos que escondo…tão real quanto as farsas que produzo diariamente…tão real quanto a minha dualidade.

Já tentei deixar de me perguntar tanta coisa, principalmente sobre o amor, sobre o sentir-me amada…mas é em vão durante um sorriso e outro as perguntas sem resposta me torturam, nas madrugadas em claro vendo o sol nascer pela janela de um predio, numa selva, essas perguntas se fazem mais insistentes.

Esses pensamentos, eles vem, mas não me endurecem, não deixo de agir.

Quando tenho que agir, esqueço que penso, esqueço que sou um ser racional e pago pra ver mesmo.

Uma dualidade dentro de um só corpo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s