Poesia

Alma ao vento

Óh vento, já não sopras mais ao meu favor,
Logo tu, que és tão forte e que me protegia
Contra os males da vida, hoje me abandonas.
Enfraquecido estou, como folhas secas
Que caem mortas de teus pés.
O desalento já toma conta de minha alma.
Nem mesmo o mar enfurecido pode lutar
Contra minha fraqueza.
Volta, vento querido, só tu podes fazer
Eu, respirar o prazer de viver novamente.

Adriano Lima

Anúncios

Um comentário em “Alma ao vento

  1. O que dizer!!!

    Muito agradecido…

    Nem mesmo um dicionário pode me direcionar a palavra correta pra lhe dizer o quanto você me deixou envaidecido e, muito feliz.

    Bjs tenha um grande!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s