Viver

Seguindo Ventos

Nunca fui muito observador sobre coisas da natureza.
Mas ultimamente tenho prestado atenção no vento.
Sinto-o tocar meu rosto e me apontar para caminhos onde nunca estive antes.
Vontade de voar em direções diferentes, mas sempre a um destino, assim como o vento.
Voar, mas não somente voar.
Cruzar oceanos, voar em meio a paus e pedras e sentir-me esguio, assim como o vento.
E por onde passar deixar a sensação de que ali estive.
Voar livre, desprendido, às vezes forte, às vezes nem tanto.
Ir voando, mas não necessariamente só, às vezes em meio a tempestades, outras em companhia do sol.
Nos dias mais frios e tempestivos pra sentir-me o quanto posso estar forte usando apenas meus próprios braços e cabeça, e seguir voando a caminho de um horizonte junto ao sol, seguindo-o onde se Poe, e ter a certeza que outro dia nascerá.

Adhil Rangel
http://www.adhilrangel.blogspot.com

Anúncios

2 comentários em “Seguindo Ventos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s