Alegria · Amigos · Amor · Blog · Coração · Felicidade · Preferências · Saudade · Sentimento · Verdades · Viver

Quem gosta …

“Quem gosta de você vai te tratar bem.
Quem gosta de você se importa, quer o melhor, te procura, te liga, te dá satisfação.
Quem gosta quer estar junto.
Quem gosta demonstra.
Quem gosta faz planos.
Quem gosta apresenta para a família e amigos.
Quem gosta manda uma mensagem bobinha só pra dizer que ama.
Quem gosta carrega uma foto sua dentro da carteira pra ver quando dá saudade.
Quem gosta abraça na hora de dormir.
Quem gosta dá um beijo de boa noite e de bom dia.
Quem gosta aguenta suas reclamações, sua cólica infernal, suas manhas e manias.”

Clarissa Corrêa

Blog · Coração · Felicidade · Para pensar · Pensamento · Poesia · Preferências · Verdades · Viver

Queria te a certeza …

“Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho.
Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona,
que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento, e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe.
Que ele é superior ao ódio e ao rancor. Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas.”

Mario Quintana.

Alegria · Amor · Blog · Coração

Dia das Mães – Promoção

Olá pessoal …

Estou fugindo um pouquinho do contexto do meu blog que amo e que tenho muito carinho mas é por uma boa causa …
Também sou fotografa e nosso site está realizando uma promoção para os dias das mãe e gostaria de compartilhar com vocês.
Segue o link de divulgação e vamos lá participar …
“Para participar da promoção envie uma foto sua com sua mãe.
A foto será postada em nossa página no Facebook e a foto que mais for curtida ganhará o ensaio.
O Participante deve estar ciente que o ensaio será realizado dentro da grande São Paulo / SP.”
http://www.adhilrangelfotografias.com/2012/04/book-fotografico-dia-das-maes.html

Beijos Pessoal …
E valeu por todas as visitas e carinhos que sempre recebo com o Blog. 🙂

Alegria · Amor · Blog · Coração · Desabafo · Felicidade · Para pensar · Pensamento · Poesia · Sentimento · Verdades · Viver

Quando me amei

“Quando me amei de verdade compreendi que em qualquer circunstância eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então pude relaxar… Hoje sei que isso tem nome… AUTO – ESTIMA.
Quando me amei de verdade pude perceber que a minha angústia, o meu sofrimento emocional, não passa de um simples sinal de que estou a ir contra as minhas verdades.
Hoje sei que isso é… AUTENTICIDADE.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento…
Hoje chamo isso de… AMADURECIMENTO.
Quando me amei de verdade comecei a ver é ofensivo tentar forçar alguma situação, ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo mesmo sabendo que não é o momento
ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesma. Hoje sei que o seu nome é RESPEITO.
Quando me amei de verdade comecei a livrar-me de tudo o que não era saudável. Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo.
Ao inicio chamei EGOÍSMO, hoje chamo-lhe AMOR PRÓPRIO.
Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer alguns planos.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando e ao meu próprio ritmo… Hoje sei que isso é SIMPLICIDADE.
Quando me amei de verdade desisti de querer sempre ter razão, e com isso, errei menos. Hoje descobri a… HUMILDADE.
Quando me amei de verdade desisti de ficar a reviver o passado e a preocupar-me com o futuro.
Agora mantenho-me no presente, que é onde a vida acontece. Hoje vivo um dia de cada vez e isso é… PLENITUDE.
Quando me amei de verdade, percebi que a minha mente pode-me atormentar e decepcionar.
Mas quando coloco ao serviço o meu coração ele torna-se numa grande e valiosa aliada. Tudo isto é: SABER VIVER!”
(Charles Chaplin)

Blog · Coração · Desabafo · Felicidade · Para pensar · Pensamento · Sentimento · Verdades · Viver

Momento De Reflexão

“Um monge muito sábio estava visitando um vilarejo com seus discípulos.
Na praça principal ele teve a oportunidade de falar publicamente.
Todos ouviam o sábio atentamente até que um homem começou a agredí-lo verbalmente,
atingindo sua honra pessoal, xingando-o com palavras desagradáveis e duras. O sábio nada disse e os discípulos ficaram inquietos.

O ofensor continuou, desta vez com mais veemência, ofendendo não só a honra do monge, mas a de todos os seus discípulos também.
Por isso mesmo, uma resposta parecia mais necessária. Mas o monge não disse nada.
Numa estocada final, o homem ofendeu todos os antepassados do sábio, a coisa mais desonrosa e agressiva que alguém pode proferir. Mas o monge não respondeu absolutamente nada. Apenas caminhou para longe, seguido por seus discípulos intrigados.
Já afastados da praça, os discípulos resolveram indagá-lo”.

– Mestre, nós acompanhamos toda a injustiça que o senhor sofreu e não entendemos por que o senhor,
tão sábio não respondeu nada ao seu ofensor.
– Isso mesmo, mestre – disse outro discípulo – ele ofendeu todos os seus antepassados e o senhor nada respondeu!
Por que, mestre? Será que podemos ao menos tirar um ensinamento desse momento tão ruim?

E o mestre respondeu:
– Se eu oferecer a você um presente ruim, um rato morto e infestado de peste, você o aceita?
– Claro que não, mestre! – responderam todos em uníssono
– Então, se um homem me oferece o mal, seja materialmente ou com palavras e eu não o aceito, quem vai embora com ele?
E assim, o mestre e seus discípulos seguiram seu caminho.”

Coração · Música · Sentimento

Someone Like You – ADELE

I heard that you’re settled down
That you found a girl and you’re married now
I heard that your dreams came true
Guess she gave you things, I didn’t give to you

Old friend
Why are you so shy
It ain’t like you to hold back
Or hide from the light

I hate to turn up out of the blue uninvited
But I couldn’t stay away, I couldn’t fight it
I hoped you’d see my face and that you’d be reminded
That for me, it isn’t over

Never mind, I’ll find someone like you
I wish nothing but the best for you, too
Don’t forget me, I beg, I remember you said
Sometimes it lasts in love
But sometimes it hurts instead
Sometimes it lasts in love
But sometimes it hurts instead, yeah

You’d know how the time flies
Only yesterday was the time of our lives
We were born and raised in a summery haze
Bound by the surprise of our glory days

I hate to turn up out of the blue uninvited
But I couldn’t stay away, I couldn’t fight it
I hoped you’d see my face and that you’d be reminded
That for me, it isn’t over yet

Never mind, I’ll find someone like you
I wish nothing but the best for you, too
Don’t forget me, I beg, I remember you said
Sometimes it lasts in love
But sometimes it hurts instead, yeah

Nothing compares, no worries or cares
Regrets and mistakes they’re memories made
Who would have known how bitter-sweet this would taste

Never mind, I’ll find someone like you
I wish nothing but the best for you, too
Don’t forget me, I beg, I remembered you said
Sometimes it lasts in love
But sometimes it hurts instead

Never mind, I’ll find someone like you
I wish nothing but the best for you, too
Don’t forget me, I beg, I remembered you said
Sometimes it lasts in love
But sometimes it hurts instead
Sometimes it lasts in love
But sometimes it hurts instead, yeah, yeah

Amor · Coração · Felicidade · Para pensar · Pensamento · Saudade · Sentimento · Verdades · Viver

São Saudades

São saudades de um mundo contente feito céu estrelado.
Feito flor abraçada por borboleta.
Feito café da tarde com bolinho de chuva.
Onde a gente se sente tranquilo como se descansasse num cafuné.
Onde, em vez de nos orgulharmos por carregar tanto peso,
a gente se orgulha por ser capaz de viver com mais leveza.

Ana Jácomo

Amigos · Amor · Blog · Coração · Felicidade · Para pensar · Pensamento · Saudade · Sentimento · Verdades · Viver

Sentimento do mundo

Tenho apenas duas mãos
e o sentimento do mundo,
mas estou cheio escravos,
minhas lembranças escorrem
e o corpo transige
na confluência do amor.

Quando me levantar, o céu
estará morto e saqueado,
eu mesmo estarei morto,
morto meu desejo, morto
o pântano sem acordes.

Os camaradas não disseram
que havia uma guerra
e era necessário
trazer fogo e alimento.
Sinto-me disperso,
anterior a fronteiras,
humildemente vos peço
que me perdoeis.

Quando os corpos passarem,
eu ficarei sozinho
desfiando a recordação
do sineiro, da viúva e do microcopista
que habitavam a barraca
e não foram encontrados
ao amanhecer

esse amanhecer
mais noite que a noite.

Carlos Drummond de Andrade

Amor · Coração · Saudade · Sentimento · Verdades

Borboletas – Feliz Aniversário Amor

Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa,
você precisa em primeiro lugar, não precisar dela.
Percebe também que aquela pessoa que você ama
(ou acha que ama) e que não quer nada com você,
definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.

Você aprende a gostar de você, a cuidar de você,
e principalmente a gostar de quem gosta de você.

O segredo é não cuidar das borboletas e
sim cuidar do jardim para que elas venham até você.

No final das contas, você vai achar
não quem você estava procurando,
mas quem estava procurando por você!

Mario Quintana

FELIZ ANIVERSÁRIO AMOR – ADHIL RANGEL
Obrigada por fazer parte do meu jardim. 

 

 

Amor · Coração · Felicidade · Pensamento · Sentimento

O lugar onde mais aprecio…



O lugar onde eu mais aprecio estar é o vasto e arejado jardim do coração tranquilo.
Nele, não sinto necessidade de entender coisa alguma. Não pergunto nada e nem preciso responder.
O falatório desgastante, geralmente improdutivo, dos pensamentos abre espaço para o sorriso bom da paz.
Nele, os problemas todos continuam a existir, as pendências, as dores, os embaraços, mas assim mesmo eu descanso.
As coisas são como podem ser e eu não tento interromper o fluxo da vida.

Ana Jácomo